A crise hídrica e o Sistema Cantareira

A crise hídrica no estado de São Paulo no período de 2014-2016 foi a pior em mais de 80 anos, segundo especialistas. É preciso conscientizar e utilizar das soluções tecnológicas em prol da sustentabilidade.

A crise hídrica de 2014-2016: AVK e o Sistema Cantareira

Em meados de 2015 e começo de 2016 o estado de São Paulo sofreu a sua pior crise hídrica em mais de 80 anos, que afetou principalmente a Grande São Paulo, o centro financeiro e industrial brasileiro, e outros municípios do interior. O Sistema Cantareira - o maior sistema de captação e de tratamento de água administrado pela SABESP -  foi um dos epicentros da crise hídrica, tendo o seu reservatório atingindo o nível de -22,4%, o mais baixo desde sua criação em 1974. A seca do período combinado com a falta de planejamento e infraestrutura levou ao agravamento da situação. De acordo com alguns especialistas, três dos grandes motivos da crise foi a falta de investimentos públicos em obras, a falta de chuva na região e o desmatamento desenfreado. A SABESP teve que pensar em soluções de imediato para poder criar projetos e melhorar a situação para os próximos anos.

 

Solucionando a crise: As represas Billings e as soluções da AVK

A solução adotada pelo governo foi achar novas fontes de água para poder abastecer a Grande São Paulo. A SABESP realizou cerca de 35 obras no período de 2014-2019 para fortalecer o abastecimento das Represas Billings, Sistema Alto Tietê e Guarapiranga. As Represas Billings, divisão do Rio Grande, foi uma das grandes apostas para aliviar o Sistema Cantareira, pois no período da crise (2014-2016), o Rio Grande apresentava nível de armazenamento de 88,7%, 79,9% e 86,6%, respectivamente. Enquanto, no mesmo período, o Sistema Cantareira tinha os seus níveis de armazenamento de 18,8%, -22,4% e 18,4%. A AVK participou das obras nas Represas Billings fornecendo suas soluções, válvulas e equipamentos com tecnologia de ponta. Engenheiros da SABESP consideram a válvula gaveta de cunha metálica série 54 a melhor válvula para operar em tubulações sob pressão, e sistemas que a demanda por água é alta e a oferta é baixa. A série 54 da AVK atendeu as expectativas da SABESP, consolidando a importância do Grupo AVK no Brasil, e nas soluções para a crise hídrica no Brasil.

 

Conhecimentos

Descubra mais sobre os produtos tecnológicos da AVK

O Grupo AVK trabalha em inovações tecnológicas para suprir as demandas relacionadas ao segmento de água.
Nosso site utiliza de cookies para realizar análises estatistícas, a fim de melhorar nosso site e lhe atender da melhor forma possível. Ao visitar nosso site, você consente com o uso de cookies por nós e por terceiros, assim como descrito na nossa política de privacidade e cookies.